Portugal: Polémica na homenagem a Saramago

21 junho 2010 – Presseurop Público
, 21 junho 2010

"Não há palavras. Saramago levou-as todas", titula oPúblico no dia seguinte às exéquias fúnebres do Prémio Nobel da Literatura português, desaparecido a 18 de Junho aos 87 anos de idade. A cerimónia decorreu envolta em polémica, nota o diário, por causa da ausência do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, que se justificou afirmando nunca ter "tido o privilégio" de conhecer pessoalmente o escritor comunista.