Combatentes estrangeiros na Síria e no Iraque: O mapa dos países de origem dos jihadistas europeus

17 novembro 2015
VoxEurop

Este mapa, elaborado pela Radio Free Europe/Radio Liberty, no dia seguinte aos atentados reivindicados pela organização Estado Islâmico e que provocaram, pelo menos, 129 mortos em Paris e na periferia no dia 13 de novembro, indica o país de origem dos combatentes estrangeiros no Iraque e na Síria e, nomeadamente, os países europeus.

Na Europa, a França está à frente, com 1200 combatentes estimados, seguida pela Turquia (1000) e o Reino Unido (600). No que diz respeito à população, é da Bósnia Herzegovina que provém o número estimado de jihadistas mais elevado (92 por cada milhão de habitantes), seguida do Kosovo (83) e da Albânia (46). Nos países da Europa ocidental, a Bélgica está à frente, com 40 jihadistas estimados por cada milhão de habitantes, seguida pela Suécia (32) e pela Dinamarca (27).